LEIBNIZ E O PARADIGMA DA PERSPECTIVA

Autores

  • João F.N. Cortese Doutorando, Universidade de São Paulo e Université Paris 7

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-9012.espinosa.2016.116950

Palavras-chave:

Leibniz, Pascal, Desargues, perspectiva, geometria projetiva, infinito

Resumo

No século XVII, vemos a emergência de uma nova abordagem geométrica às seções cônicas. Desenvolvida inicialmente por Girard Desargues e por Blaise Pascal, tal geometria é herdeira do método de representação pela perspectiva linear a aponta na direção da geometria projetiva do século XIX. Estudos recentes de J. Echeverría e de V. Debuiche iniciaram a discussão da recepção de tais trabalhos por Leibniz, assim como a relação deles com os trabalhos do próprio Leibniz em perspectiva (em grande parte ainda inéditos) e com a Geometria situs. Este artigo percorre algumas questões associadas a estes domínios, assim como a importância do paradigma da perspectiva para a filosofia de Leibniz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-06-29

Como Citar

Cortese, J. F. (2016). LEIBNIZ E O PARADIGMA DA PERSPECTIVA. Cadernos Espinosanos, (34), 137-162. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9012.espinosa.2016.116950

Edição

Seção

Artigos