LEIBNIZ: DEFINIÇÃO NOMINAL DE “SUBSTÂNCIA INDIVIDUAL” E DEFINIÇÕES NOMINAIS DE SUBSTÂNCIAS INDIVIDUAIS

Autores

  • Elliot Santovich Scaramal Mestrando, Universidade Federal de Goiás.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-9012.espinosa.2016.116958

Palavras-chave:

Leibniz, Definição, Definição nominal, Substância individual, Frege, Descrição definida

Resumo

No presente artigo, pretendemos oferecer uma análise da explication nominal de Leibniz do que é “ser uma substância individual” oferecida em Discurso de Metafísica §8, assim como (subsidiariamente) uma concernindo o entendimento leibniziano do que sejam definições nominais em geral. O presente artigo será dividido em quatro partes: Em primeiro lugar, tentaremos argumentar contra uma interpretação tradicional e bem-estabelecida, embora não completamente incontroversa, da explication de Leibniz em Discurso de Metafísica §8. Em segundo lugar, tentaremos abordar o entendimento geral de Leibniz de uma definição nominal, ao passo que argumentamos a favor da implicação mútua entre as duas definições disponíveis no corpus leibnitianum. Em terceiro lugar, pretendemos apresentar uma interpretação alternativa positiva da explication de Leibniz. Finalmente, tentaremos lidar com um aparente problema de tal interpretação concernindo ao comprometimento existencial presente na mesma por meio de uma análise do uso estrito por parte de Leibniz do termo “substância”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-06-29

Como Citar

Scaramal, E. S. (2016). LEIBNIZ: DEFINIÇÃO NOMINAL DE “SUBSTÂNCIA INDIVIDUAL” E DEFINIÇÕES NOMINAIS DE SUBSTÂNCIAS INDIVIDUAIS. Cadernos Espinosanos, (34), 289-316. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9012.espinosa.2016.116958

Edição

Seção

Artigos