A transcendência do ego – esboço de uma descrição fenomenológica

Autores

  • Jean-Paul Sartre

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-9012.espinosa.2010.89393

Resumo

Para a maior parte dos filósofos o Ego é um “habitante” da consciência. Alguns afirmam sua presença formal no interior dos “Erlebnisse” como um princípio de unificação vazio. Outros – psicólogos na sua maior parte – pensam descobrir sua presença material, como centro de desejos e de atos, a cada momento de nossa vida psíquica. Pretendemos mostrar aqui que o Ego não está nem formalmente nem materialmente na consciência: ele está lá fora, no mundo, é um ser do mundo, como o Ego do outro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-04-15

Como Citar

Sartre, J.-P. (2010). A transcendência do ego – esboço de uma descrição fenomenológica. Cadernos Espinosanos, (22), 183-228. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9012.espinosa.2010.89393

Edição

Seção

Artigos