Ethos e identidade: uma abordagem semiótica da carta bíblica de Paulo a Filemon

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2020.172405

Palavras-chave:

Semiótica discursiva, Ethos do enunciador, Corpus paulinum, Filemon

Resumo

Munidos do instrumental teórico-metodológico da Semiótica Francesa, em diálogo com autores como Greimas e Courtés (2016), Fontanille (2011), Fiorin (2008a, 2008b), Barros (1990, 2002), Discini (2003), dentre outros, e a partir das análises dos mecanismos de instalação da instância de pessoa no discurso, das estratégias persuasivas do destinador-manipulador e do percurso passional do sujeito-enunciador, procuramos neste artigo levantar o ethos ou a identidade ética do enunciador da epístola bíblica de Paulo a Filemon. As análises empreendidas revelam uma identidade ética singularizada pelas dimensões categoriais e sócio-psicológicas de um amigo, companheiro, humilde, solidário, benevolente, afetuoso e de um destinador competente. Eis sua singularidade. Se é esse o ethos do enunciador recorrente nas cartas paulinas, somente a análise do conjunto poderá dizer. É o que empreendemos em nossa pesquisa de doutorado em andamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Domingos de Sousa Machado, Universidade Federal do Ceará

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE, Brasil.

Referências

A Bíblia De Jerusalém. São Paulo: Paulus, 2002.

AGUIAR, Adenilton Tavares. Retórica e teologia nas cartas de Paulo: discurso, persuasão e subjetividade. Santo André: Academia Cristã, 2012.

AMOSSY, Ruth. Da noção de retórica de ethos à análise do discurso. In: AMOSSY, Ruth (Org.). Imagens de Si no Discurso: a construção do ethos. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2011.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Trad. Maria Ermantina Galvão. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BARCLAY, William. Comentário al Nuevo Testamento – Filemon. Vol. 14 – Santiago e Pedro. Trad. Alberto Araújo. Barcelona: CLIEN, 1994.

BARROS, Diana. Luz Pessoa de. Teoria do discurso: fundamentos semióticos. 3. ed. São Paulo: Humanitas/ FFLCH/USP, 2002.

BARROS, Diana. Luz Pessoa de. Teoria Semiótica do Texto. São Paulo: Ática, 1990.

BECKER, Jürgen. Apóstolo Paulo, vida, obra e teologia. Trad. Irineu J. Rabuske. São Paulo: Ed. Academia Cristã Ltda, 2007.

BIBLE WORKS. LLC. Bibleworks for Windows. Versão 6.0. Norfolk. USA: Bibleworks, 2003.

CARDOSO, Dario de Araujo. Veridicção nos milagres bíblicos. Estudos Semióticos [on-line], vol. 10, n. 1. São Paulo, 2014. p. 47-55. Disponível em: http://revistas.usp.br/esse . Acesso 20/01/2020.

CARDOSO, Dario de Araújo. A emergência do sentido nas narrativas bíblicas: uma proposta de pesquisa semiótica na Bíblia. Cadernos de Pós-Graduação em Letras (online), v. 15, 2015. p. 1-19,

CARDOSO, Dario de Araújo. Corpo e presença na Bíblia Sagrada. Tese (Doutorado em Semiótica e Linguística Geral) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017.

CARSON, Donald A.; MOO, Douglas J.; MORRIS, Leon. Introdução ao Novo Testamento. Trad. Márcio Loureiro Redondo. São Paulo: Vida Nova, 1997.

COMTE-SPONVILLE, André. Pequeno Tratado das grandes virtudes. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fonte, 1999.

CRUZ, Dílson Ferreira. O ethos dos romances de Machado de Assis. São Paulo: Edusp, 2009.

CULLMANN, Oscar. A formação do Novo Testamento. Trad. Bertoldo Weber. 13. ed. rev. São Leopoldo: Sinodal, 2015.

DEMARCHI, Guilherme. Da paixão à ressurreição: uma análise semiótica. Tese (Doutorado em Linguística) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

FIORIN, José Luiz. As astúcias da enunciação. São Paulo: Contexto, 2016.

FIORIN, José Luiz. Elementos de análise do discurso. São Paulo: Contexto, 2008a.

FIORIN, José Luiz. Em busca do sentido: estudos discursivos. São Paulo: Contexto, 2008b.

FONTANILLE, Jacques. Semiótica do discurso. Trad. Jean Cristtus Portela. São Paulo: Contexto, 2011.

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. Trad. Maria Célia Santos Raposo. Petrópolis: Vozes, 1985.

GOULDER, Michael. As epístolas paulinas. In: ALTER, Robert; KERMODE, Frank (orgs). Guia literário da Bíblia. São Paulo: Fundação Editora da Unesp, 1997.

GREIMAS, Algirdas Julien; COURTÉS, Joseph. Dicionário de semiótica. Trad. diversos. São Paulo: Contexto, 2016.

GREIMAS, Algirdas Julien. Sobre o sentido II: ensaios semióticos. Trad. Dilson Ferreira da Cruz. São Paulo: Nankin: Edusp, 2014.

GREIMAS, Algirdas Julien. Folclore, religião e história. Trad. Ana Maria Petraitis Liblik. Significação: revista brasileira de estudos semióticos, n. 21. São Paulo, 2004. p. 9-28.

HENDRIKSEN, William. Comentário do NT - 1 e 2 Tessalonissences, Colossences e Filemon. Trad. Ezia C. Mullins; Hope Gordon Silva; Valter G. Martins. São Paulo: Cultura Cristã, 2007.

JADON, José Carlos. Sucesso e salvação – estudo semiótico comparativo entre os discursos televisivos das Igrejas Universal do Reino de Deus e Católica Apostólica Romana no Brasil. Tese (Doutorado em Semiótica e Linguística Geral). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.

LADD, Gerde E. Teologia do Novo Testamento. Trad. Degmar Ribas Junior. Ed. Rev. São Paulo: Hagnos, 2003.

LIMA, Anderson de Oliveira. A semiótica a serviço da leitura bíblica: Análise da narrativa de Mateus 19.16-24. Darandina Revisteletrônica, vol. 6, n. 2. Programa de Pós-Graduação em Letras/ UFJF, 2013. Disponível em:

<http://www.ufjf.br/darandina/files/2014/03/artigo_anderson_lima.pdf>. Acesso em: 20 abr. 2018.

MACHADO, Domingos de Sousa. Tradução e Produção de Sentidos: uma análise discursiva das disputas ideológico-doutrinárias em traduções da Bíblia. Dissertação de mestrado em Letras/Estudos de Linguagem. Universidade Federal do Piauí. Teresina: EDUPI, 2011.

MAINGUENEAU, Dominique. Genèses du discourse. Liège: Mardaga, 1984.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas tendências em análise do discurso. 3. ed. Tradução de Freda Indursky. Campinas, SP: Pontes/Editora da Unicamp, 1997.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos. São Paulo: Parábola, 2008.

MAINGUENEAU, Dominique. Doze Conceitos em Análise do Discurso. São Paulo: Parábola, 2010.

MAINGUENEAU, Dominique. Retorno crítico sobre o ethos. Trad. Paula Camila Mesti. In: BARONAS, Roberto Leiser; CARREON, Renata de Oliveira; MESTI, Paula Camila (orgs). Análise o Discurso: entorno da problemática do ethos, do político e de discursos constituintes. Campinas: Pontes, 2016.

MAINGUENEAU, Dominique. A propósito do ethos. In: MOTTA, Ana. Raquel; SALGADO, Luciana (orgs.). Ethos discursivo. São Paulo: Contexto, 2011.

MAINGUENEAU, Dominique. Cenas da enunciação. (Org. Sírio Possenti; Maria Cecília Pérez de Souza-e-Silva). São Paulo: Parábola editorial, 2008a.

MAINGUENEAU, Dominique. Gênese dos discursos (1984). São Paulo: Parábola, 2008b.

MAINGUENEAU, Dominique. Analisando discursos constituintes. Tradução: Nelson B. Costa. Revista do GELNE, v. 2, n. 2. Fortaleza, 2000. p.167-178.

OLIVEIRA, Anacleto de. OLIVEIRA, Rogério de. O cristianismo e a escravatura no Império Romano. Coimbra: Humanitas, 1978.

POSTAL, Jairo. Uma imagem caleidoscópica de Jesus: o éthos de Cristo depreendido dos evangelhos canônicos. Tese (Doutorado em Letras). Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2010.

RAMOS, Karin Adriane Henschel Pobbe. Análise semiótica da narrativa bíblica “a prova de Abraão”. 193 f. Tese (Doutorado em Letras). Faculdade de Ciências e Letras de Assis, Universidade Estadual Paulista. Assis (SP), 2004.

SARAIVA, José Américo Bezerra. A identidade de um percurso e o percurso de uma identidade: um estudo semiótico das canções do Pessoal do Ceará. Fortaleza: Edições UFC, 2012.

SILVA, Sueli Maria Ramos da. A primazia do acontecimento: tensão entre acontecimento e estado no domínio religioso. In: MENDES, C; LARA, G. (orgs.). Em torno do acontecimento. Curitiba: Appris, 2016. p. 229-245.

SILVA, Sueli Maria Ramos da. O discurso fundador na esfera religiosa. In: JESUS, Sérgio Nunes; SILVA, Sueli Maria Ramos (orgs.). O discurso & outras materialidades. São Carlos: Pedro & João Editores, 2013.

SILVA, Sueli Maria Ramos da. Discurso da divulgação religiosa: semiótica e retórica. 2011. 2v. Tese (Doutorado em Linguística). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, SP, 2011.

SILVA, Sueli Maria Ramos da. O discurso da divulgação religiosa materializado por meio de diferentes gêneros: dois ethé, duas construções do Céu e da Terra. 2007. 360 f. Dissertação de Mestrado em Linguística. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

SILVA, Sueli Maria Ramos da. Discurso fundador: análise semiótica de textos das Sagradas Escrituras. Revista Investigações, v. 32, n. 2. Recife, 2019. p. 548 - 570. Disponível em:

https://periodicos.ufpe.br/revistas/INV/article/view/241777/34172 . Acesso em 04 mar. 2020

SILVA, Sueli Maria Ramos da.“Deus caritas est”: bases para a operacionalização da noção de éthos. Estudos Semióticos (USP), vol. 6, n. 2. 2010. p. 30-39. Disponível em:

http://www.revistas.usp.br/esse/article/view/49268/53350 . Acesso em 14 mar. 2020.

SILVA, Sueli Maria Ramos da. Discurso religioso: semiótica e retórica [recurso eletrônico]. Campo Grande, MS: Ed. UFMS, 2020.

THÉRIAULT, Jean-Yves. Quand la bible s’ouvre à la lecture sémiotique. Proteé: revue internationale de théories et de pratiques sémiotiques, v. 34, n. 1. 2006. p. 67-75. Disponível em:

https://www.erudit.org/en/journals/pr/2006-v34-n1-pr1321/013311ar.pdf . Acesso em 25 abr. 2020.

ZABATIERO, Júlio Paulo Tavares; LEONEL, João. Bíblia, literatura e linguagem. São Paulo: Paulus, 2011.

Downloads

Publicado

2020-09-30

Como Citar

Machado, D. de S. (2020). Ethos e identidade: uma abordagem semiótica da carta bíblica de Paulo a Filemon. Estudos Semióticos, 16(2), 115-134. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2020.172405

Edição

Seção

Artigos