“Sol”: uma figura em disputa

Autores

  • José Américo Saraiva Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2011.35257

Palavras-chave:

polêmica, posicionamento enunciativo, figura, sol

Resumo

Um diálogo de teor polêmico se instaura entre as canções “Fotografia 3x4”, de Belchior, e “Alegria, alegria”, de Caetano Veloso. A primeira permite acompanhar as fases do percurso de um migrante e as relações que este entretém com a sua principal instância doadora de valores, o sujeito tropicalista. Em função deste diálogo é que parece justificar-se a aspectualização do processo migratório em termos de ímpeto para migrar, frustraçãodo migrante e posterior desejo de retornar à terra de origem ou resistir no espaço do outro, combatendo-o. As reações do sujeito de “Fotografia 3x4” ao vivido devem então ser pensadas no quadro geral do contrato fiduciário que anima sua trajetória de migrante. Cada fase desta trajetória parece prestar contas a este contrato, isto é, parece repor ou questionar as bases do contrato fiduciário a partir do qual tanto o ser quanto o fazer do sujeito de “Fotografia 3x4” se veem determinados. Evidência disto é o estatuto narrativo ambivalente que a figura “sol” manifesta naquelas duas canções, ora se apresentando revestida com valor eufórico, ora com valor disfórico. Neste artigo, pretendemos examinar como a figura “sol” recobre temas diversos, desempenha papeis narrativos variados e realiza valores contrários e/ou contraditórios nas duas canções em foco. Mostramos que o modo de tratá-la em discurso define posicionamentos enunciativos que se encontram numa relação dialógica de caráter altamente polêmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-06-09

Como Citar

Saraiva, J. A. (2011). “Sol”: uma figura em disputa. Estudos Semióticos, 7(1), 1-9. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2011.35257

Edição

Seção

Artigos