Um olhar semiótico sobre as várias maneiras de desenhar um cubo

Autores

  • Adriane Ribeiro Andaló Tenuta Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2005.49155

Palavras-chave:

desenho infantil, linguagem, não-verbal, semiótica

Resumo

Tendo por base os estudos semióticos de Algirdas Julien Greimas e a Semiótica Plástica ou Planar desenvolvida por Jean-Marie Floch, que tem por objeto a imagem fixa manifestada sobre uma superfície bidimensional, tratamos de "ler" o desenho infantil como linguagem não-verbal, construída sobre um plano, articulada plasticamente, com o objetivo de produzir sentido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2005-12-04

Como Citar

Tenuta, A. R. A. (2005). Um olhar semiótico sobre as várias maneiras de desenhar um cubo. Estudos Semióticos, (1). https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2005.49155

Edição

Seção

Artigos