"O mínimo do máximo": antítese e estese

Autores

  • Bruna Paola Zerbinatti Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Departamento de Linguística

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2007.49194

Palavras-chave:

semiótica, Paulo Leminski, apreensão estética, Algirdas Julien Greimas

Resumo

Este trabalho propõe uma leitura do poema "O mínimo do máximo", de Paulo Leminski, tendo em vista a maneira como a questão da apreensão estética - exposta por Greimas em Da Imperfeição - aí se apresenta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2007-12-05

Como Citar

Zerbinatti, B. P. (2007). "O mínimo do máximo": antítese e estese. Estudos Semióticos, (3). https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2007.49194

Edição

Seção

Artigos