A dimensão figurativa em poemas de A educação pela pedra, de João Cabral de Melo Neto

Autores

  • Fabiane Renata Borsato Centro Universitário barão de Mauá

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2008.49198

Palavras-chave:

poesia, João Cabral, A educação pela pedra, espacialidade, isotopia

Resumo

Análise da recriação sintática dos versos de “A urbanização do regaço” e “O regaço urbanizado”, de João Cabral de Melo Neto, da obra A educação pela pedra, para compreensão dos jogos figurativos da linguagem que se ligam à isotopia temática da sexualidade e sedução desencadeada pela arquitetura sevilhana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-12-07

Como Citar

Borsato, F. R. (2008). A dimensão figurativa em poemas de A educação pela pedra, de João Cabral de Melo Neto. Estudos Semióticos, (4). https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2008.49198

Edição

Seção

Artigos