Análise do discurso de Bobók, de Dostoiévski

Autores

  • Danilo Chiovatto Serpa Universidade de São Paulo; Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas; Departamento de Linguística

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2008.49214

Palavras-chave:

Bobók, polifonia, carnavalização

Resumo

Propomos uma análise do discurso do conto Bobók,de Dostoiévski, com base na semiótica francesa, com atenção especial naquilo que nela é definido como categoria de presença. As transgressões de tempo, espaço e pessoa sustentam a representação polifônica, juntamente com a carnavalização e a sátira menipéia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-12-07

Como Citar

Serpa, D. C. (2008). Análise do discurso de Bobók, de Dostoiévski. Estudos Semióticos, (4). https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2008.49214

Edição

Seção

Artigos