Análise semiótica de “Vide verso meu endereço”, de Adoniran Barbosa

Autores

  • Carlos Vinicius Veneziani Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.83511

Palavras-chave:

canção popular, Adoniran Barbosa, semiótica

Resumo

O artigo propõe a análise da canção “Vide Verso Meu Endereço”, do compositor paulista Adoniran Barbosa, a partir dos parâmetros estabelecidos pela semiótica da canção fundada por Luiz Tatit e fundamentada nas contribuições teóricas da semiótica greimasiana de linha francesa. A canção é dividida em partes interdependentes,
e a análise procura descrever a relação de cada uma dessas partes com os programas narrativos e as soluções melódicas oferecidas pelo compositor. No contexto da letra da canção tomada isoladamente, o
foco recai sobre o sentimento de gratidão de um trabalhador em relação a um homem que o ajuda financeiramente. Essa gratidão, enquanto sentimento ligado ao reconhecimento da contribuição de um sujeito para o
programa narrativo do sujeito-enunciador, resulta de uma série de acontecimentos que envolvem este último e consubstancia-se na forma de ação de comunicação, como agradecimento. No contexto da melodia da letra, constata-se uma forte tendência à figurativização no modelo de integração entre melodia e letra, com linhas melódicas que privilegiam as finalizações características dos tonemas da fala cotidiana. A análise também faz referência ao uso das modalidades oral e escrita da linguagem na composição, que se beneficia da presença de dois gêneros distintos da comunicação, o bilhete e o samba, como referências do ato de enunciação que a canção tematiza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-08-08

Como Citar

Veneziani, C. V. (2014). Análise semiótica de “Vide verso meu endereço”, de Adoniran Barbosa. Estudos Semióticos, 10(1), 56-68. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.83511

Edição

Seção

Artigos