La sémiotique greimassienne et la sémiotique peircienne : Visées, principes et théories du signe

Autores

  • Thomas F. Broden Purdue University

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.90141

Palavras-chave:

Greimas (Algirdas Julien Greimas, 1917-1992), Peirce (Charles Sanders Peirce, 1839-1914), fenomenologia, ciências humanas, signo, sintaxe, taxionomia

Resumo

De algumas décadas a esta parte, Peirce vem despontando como referência para vários semioticistas (pós-)greimasianos. Poderiam a teoria de A. J. Greimas e a doutrina dos signos de C. S. Peirce ser vistas como variantes de uma mesma concepção designável como “semiótica”? Buscaremos certas convergências entre ambos os projetos que poderiam justificar tal pretensão. A partir daí, identificaremos importantes divergências em sua disposição disciplinar e no modo como um e outro administram as tensões entre a teoria e a prática, a dedução e a indução e, por fim, entre a abertura e a completude de sua arquitetura conceitual, levantando a questão de saber se suas diferenças fazem deles métodos incompatíveis ou complementares. Para tentar responder a essa questão, esboçaremos um resumo da fenomenologia de Peirce, a qual, situada nos alicerces de sua semiótica, conjuga-se em três modos, a saber : Primeiridade, Secundidade e Terceiridade. Examinaremos, em seguida, sua concepção do signo, analisando a definição precisa e original por ele formulada, a fim de depreender-lhe o sentido, bem como a orientação e o alcance de seus elementos, tanto no contexto de seu projeto particular como no da semiótica do espaço românico. O modelo peirciano do signo define o enunciado e a enunciação, a temporalidade, e aponta para o significante e o significado, embora pretenda questionar esta última distinção. Na conclusão, indagamo-nos sobre a utilidade, eventual ou efetiva, de determinados componentes da teoria de Peirce para a semiótica procedente do projeto greimasiano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thomas F. Broden, Purdue University

Docente na Purdue University (USA).

Publicado

2014-12-13

Como Citar

Broden, T. F. (2014). La sémiotique greimassienne et la sémiotique peircienne : Visées, principes et théories du signe. Estudos Semióticos, 10(2), 01-16. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.90141

Edição

Seção

Artigos