A dêixis no discurso sobre a responsabilidade social empresarial: o vínculo entre enunciado e enunciação

Autores

  • Laura Daniela Miranda de Queiroz Universidade Federal do Pará
  • Fátima Cristina da Costa Pessoa Universidade Federal do Pará

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.90149

Palavras-chave:

discursiva, materialidade linguística, responsabilidade social empresarial, polêmica, dêixis discursiva

Resumo

Este artigo apresenta alguns dos resultados obtidos em uma investigação em torno da relação polêmica que constitui a prática discursiva sobre responsabilidade social empresarial pela análise de traços linguísticos, como a seleção de verbos e sua articulação aos objetos de discurso a eles relacionados e aos adjuntos adverbiais que indicam os parâmetros das ações que referem, identificados nos manuais Responsabilidade
Social Empresarial para Micro e Pequenas Empresas – Passo a Passo (2003) e Indicadores Ethos–Sebrae e de Responsabilidade Social Empresarial para Micro e Pequenas Empresas (2012). Nos documentos, são prescritas ações-modelo atestadas como socialmente responsáveis que se propõem a orientar empresas a se promoverem no mercado competitivo. A materialidade linguística revela a coexistência de dois polos semânticos constituintes da prática discursiva sobre RSE, o da solidariedade e o da competitividade, numa relação em que ações solidárias
serviriam, segundo os manuais, como meio de as empresas se tornarem mais competitivas. Investiga-se, portanto, a organização interna de um texto em relação com as determinações de uma ordem socio-histórica nos espaços institucionais. A análise da materialidade discursiva fundamenta-se nos postulados da Análise do Discurso de linha francesa sobre Prática Discursiva, Polêmica como interincompreensão, Cena de Enunciação, Semântica Global e Dêixis Discursiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-12-13

Como Citar

Queiroz, L. D. M. de, & Pessoa, F. C. da C. (2014). A dêixis no discurso sobre a responsabilidade social empresarial: o vínculo entre enunciado e enunciação. Estudos Semióticos, 10(2), 88-97. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.90149

Edição

Seção

Artigos