[1]
F. Andersson, “Groupe μ e ‘O Sistema da Forma Plástica’ – para uma avaliação”, Estud. Semiót., vol. 11, nº 3, p. 77-85, dez. 2015.