[1]
T. F. Broden, “A recepção internacional da obra de A. J. Greimas: viagens, traduções, transmissões”, Estud. Semiót., vol. 17, nº 1, p. 1-45, abr. 2021.