A alienação da criança: clínica e contemporaneidade

Autores

  • Thaíssa Yumi Matsuo Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto; Hospital das Clínicas
  • Alessandra Fernandes Carreira Universidade de Ribeirão Preto

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v20i3p475-491

Resumo

Inserido no projeto de pesquisa Psicanálise com crianças: teoria e clínica, financiado pela Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP) e baseado nos pressupostos da psicanálise lacaniana, este trabalho consiste em uma pesquisa sobre a alienação e a separação, abordando suas características, importância e implicações, bem como sua possível relação com as manifestações sintomáticas na criança. Este trabalho considera nosso momento histórico, caracterizado pelos discursos capitalista e científico, que corroboraram o processo de objetalização da criança. Logo, foi realizada uma reflexão acerca dos modos de alienação que operam a partir desses discursos. Em contrapartida, a Psicanálise propõe saídas que possibilitam a emergência de um sujeito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-01

Como Citar

Matsuo, T. Y., & Carreira, A. F. (2015). A alienação da criança: clínica e contemporaneidade . Estilos Da Clinica, 20(3), 475-491. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v20i3p475-491

Edição

Seção

Artigos