O pagamento na clínica com crianças ou sobre a noção de responsabilidade em psicanálise

Autores

  • Cláudia Mascarenhas Fernandes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v20i3p492-503

Resumo

Este trabalho tem como objetivo discutir a especificidade da noção de pagamento na clínica psicanalítica com crianças. Nessa realidade o dinheiro para a criança e para os pais é lugar de pertinência e envolve duas dialéticas: o sujeito tem a responsabilidade em relação a sua própria posição de sujeito determinado no discurso de quem fala, sejam os pais, seja a criança, além do fato de o pagamento ser realizado pelos pais. Responsabilizar-se pela causalidade, no caso das crianças, é permitir a aparição do sujeito em suas intermitências e reenviar a transferência à filiação parental, como exposto no caso clínico discutido neste trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-01

Como Citar

Fernandes, C. M. (2015). O pagamento na clínica com crianças ou sobre a noção de responsabilidade em psicanálise . Estilos Da Clinica, 20(3), 492-503. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v20i3p492-503

Edição

Seção

Artigos