A demanda clínica da criança: uma psicanálise possível

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v22i1p64-82

Palavras-chave:

psicanálise da criança, demanda, repetição, brincar, caso clínico.

Resumo

Este trabalho versa sobre algumas questões consideradas relevantes para a psicanálise com crianças, como o conceito de repetição (Wiederholen) e o brincar, à luz de um estudo de caso clínico, fruto de uma primeira experiência de atendimento psicológico em uma clínica-escola de um curso de Psicologia, por meio da abordagem da psicanálise. Através deste caso, objetiva-se demonstrar que é possível abrir espaço para a escuta da demanda clínica do pequeno sujeito que vem para atendimento, em resposta à alienação de quem lhe traz para análise, e que é possível, portanto, preservar a condição subjetiva da criança em atendimento. O caso abre espaço para somar às condições de análise da criança, sustentando que é no repetir que emerge o novo. Neste trabalho, usaram-se nomes fictícios, de forma a preservar as identidades dos participantes. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Iagor Brum Leitão, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Mestrando em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Marcella Bastos Cacciari, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) e Faculdade Multivix

Doutoranda em Psicologia pela Universidade Federal do Espírito Santo (PPGP/UFES). Docente da Faculdade Multivix, Nova Venécia.

Downloads

Publicado

2017-07-12

Como Citar

Leitão, I. B., & Cacciari, M. B. (2017). A demanda clínica da criança: uma psicanálise possível. Estilos Da Clinica, 22(1), 64-82. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v22i1p64-82

Edição

Seção

Artigos