Linguagem, cognição e psiquismo: análise do brincar de dois bebês com histórico de sofrimento psíquico

  • Ana Paula Ramos de Souza Universidade Federal de Santa Maria
  • Antônia Motta Roth Jobim van Hoogstraten Universidade Federal de Santa Maria http://orcid.org/0000-0002-1266-5072
  • Inaê Costa Rechia Universidade Federal de Santa Maria
  • Maria Fernanda Almeida Silva Univerisdade Federal de Santa Maria
  • Sabrina Felin Nunes Universidade Federal de Santa Maria
  • Tamires Dias dos Santos Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: psicanálise, risco psíquico, autismo, desenvolvimento infantil, linguagem infantil

Resumo

Este artigo analisa a evolução linguística e cognitiva de dois bebês em sofrimento psíquico, um deles com risco para estruturação autista e outro não autista, e compara dois instrumentos de identificação do risco psíquico, os Indicadores Clínicos de Risco/Referência ao Desenvolvimento Infantil (IRDI) e o Modified Checklist for Autism in Toddlers (M-CHAT). A análise do brincar evidenciou atraso de linguagem e cognitivo em ambos os casos, sendo esse atraso mais importante no caso de risco para autismo. O IRDI conseguiu diferenciar melhor a direção da estruturação psíquica do que o M-CHAT.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Paula Ramos de Souza, Universidade Federal de Santa Maria

Fonoaudióloga. Professora do Departamento de Fonoaudiologia e dos Programas de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humana e de Psicologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Antônia Motta Roth Jobim van Hoogstraten, Universidade Federal de Santa Maria

Psicóloga. Doutoranda em Distúrbios da Comunicação Humana na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Inaê Costa Rechia, Universidade Federal de Santa Maria

Fonoaudióloga. Professora na Área de Audiologia da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil. 

Maria Fernanda Almeida Silva, Univerisdade Federal de Santa Maria

Psicóloga. Mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Sabrina Felin Nunes, Universidade Federal de Santa Maria

Fisioterapeuta. Doutoranda em Distúrbios da Comunicação Humana na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Tamires Dias dos Santos, Universidade Federal de Santa Maria

Psicóloga. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Distúrbios da Comunicação Humana da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria, RS, Brasil.

Publicado
2019-04-30
Como Citar
Souza, A. P., Hoogstraten, A., Rechia, I., Silva, M. F., Nunes, S., & Santos, T. (2019). Linguagem, cognição e psiquismo: análise do brincar de dois bebês com histórico de sofrimento psíquico. Estilos Da Clinica, 24(1), 84-97. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v24i1p84-97