O enigma do pai real

Autores

  • Jean-Jacques Rassial Universidade em Aix-Marselha 1

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v9i16p130-137

Palavras-chave:

Pai-real, Castração, Psicopatologia, Psicanálise

Resumo

Lacan, no seminário sobre a relação de objeto, diferencia claramente as três dimensões do pai, e acentua o pai real, considerado, a partir do caso do Pequeno Hans, como o agente da castração simbólica. Esta função é examinada aqui por meio de duas situações clínicas, a de um adolescente para quem a emergência tardia de um real do pai induz a um surto delirante, e a de uma mulher que, confrontada à esterilidade do marido, procura o pai numa pluralidade de figuras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2004-06-01

Como Citar

Rassial, J.-J. (2004). O enigma do pai real. Estilos Da Clinica, 9(16), 130-137. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v9i16p130-137

Edição

Seção

Fundamentos