O diabo e a educação

Autores

  • Geraldo Reimão dos Reis Universidade Estadual de Santa Cruz

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v16i1p246-259

Palavras-chave:

psicanálise, educação, desejo, diabo

Resumo

Este artigo trata da questão do mal, do desejo e suas repercussões no campo educacional. Pensar a educação a partir da psicanálise implica aceitar a falta, a dimensão do inconsciente, o erro, as aberrações, os equívocos e, principalmente, as múltiplas possibilidades de significações. A condição desejante não pode ser universalizada, mas pode ser compreendida. O diabo surge como resistência e desejo, em contraponto a direção do bem e a moralidade silenciadora dos modos de existir. O que propomos nesse trabalho é uma abertura para o exercício do pensar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-06-01

Como Citar

Reis, G. R. dos. (2011). O diabo e a educação. Estilos Da Clinica, 16(1), 246-259. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v16i1p246-259