Intervenção psicanalítica conjunta pais-filhos: fundamentos teórico/clínicos

Autores

  • Helga S. Machado Quagliatto Centro de Estudos e Eventos Psicanalíticos de Uberlândia
  • Marines de Fátima Cunha Centro de Estudos e Eventos Psicanalíticos de Uberlândia
  • Ludmilla de Sousa Chaves Centro de Estudos e Eventos Psicanalíticos de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v17i2p228-241

Palavras-chave:

psicanálise de crianças, intervenção psicanalítica conjunta pais-filhos, Winnicott

Resumo

A psicanálise de crianças, ao longo de sua história, deparou-se com entraves clínicos que possibilitaram o criar/recriar intervenções analíticas. Em consonância com essas transformações, o presente trabalho pretende apresentar as reflexões de um grupo de estudos/pesquisas, a respeito de uma modalidade clínica com crianças, que prima pela investigação do lugar/relação dos pais no setting - a Intervenção Psicanalítica Conjunta Pais-Filhos. Fundamentados pelo pensamento teórico/clínico de Winnicott, estruturou-se três aspectos de observação da dinâmica familiar: O Infantil; A Comunicação; O Brincar. Estes favorecem a percepção de elementos no manejo clínico, promovendo o desvelar de sentidos para a integração das experiências emocionais de cada integrante do grupo familiar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-12-01

Como Citar

Quagliatto, H. S. M., Cunha, M. de F., & Chaves, L. de S. (2012). Intervenção psicanalítica conjunta pais-filhos: fundamentos teórico/clínicos. Estilos Da Clinica, 17(2), 228-241. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v17i2p228-241

Edição

Seção

Dossiê: A Clínica Psicanalítica com Crianças: Desafios e Resultados