Corpo e sinthoma: tratamento do gozo em Freud e Lacan

Autores

  • Christiano Mendes de Lima Clínica Freudiana de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v18i1p180-198

Palavras-chave:

corpo, gozo, psicose, RSI, sinthoma

Resumo

Este artigo procura delinear como o corpo, a pulsão e o gozo aparecem articulados nas obras de Freud e Lacan. Nosso intuito é situar a ideia de que o aparelho dito psíquico é uma montagem para tratamento do gozo. Consideramos que tal tratamento é agenciado a partir das formas de atar o real, o simbólico e o imaginário (RSI) com base no sinthoma. Acreditamos que há formas borromeanas e não borromeanas de enodação de RSI e, portanto, de constituição da realidade. O campo das psicoses nos interessa particularmente, pois com Lacan podemos saber que aí se operam formas não borromeanas de amarração de RSI.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-04-01

Como Citar

Lima, C. M. de. (2013). Corpo e sinthoma: tratamento do gozo em Freud e Lacan. Estilos Da Clinica, 18(1), 180-198. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v18i1p180-198