Modalizações nas posições subjetivas durante o ato de escrever

Autores

  • Claudia Rosa Riolfi Universidade de São Paulo; Faculdade de Educação
  • Mical de Melo Marcelino Magalhães Universidade de São Paulo; Faculdade de Educação

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v13i24p98-121

Palavras-chave:

escrita, subjetividade, ensino da língua materna

Resumo

Escrito na articulação entre Lingüística, Psicanálise e Educação, o objeto do trabalho é o agenciamento da singularidade em textos escritos na escola. Demonstraram-se quatro modalizações deste agenciamento: (1) Sujeito esmagado pelos restos metonímicos do discurso do Outro; (2) Sujeito limitado a testemunhar sua alienação ao Outro cultural; (3) Sujeito que agencia as demandas da cultura escolar e uma ética própria; e (4) Subjetividade agenciada em tal grau que permite a construção de metáforas criativas. Para concluir, postulou-se que, na direção de uma escrita criativa, quem ensina a escrever precisa funcionar como uma " prótese" , suprindo funções ausentes no início do percurso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-06-01

Como Citar

Riolfi, C. R., & Magalhães, M. de M. M. (2008). Modalizações nas posições subjetivas durante o ato de escrever. Estilos Da Clinica, 13(24), 98-121. https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v13i24p98-121