[1]
Minerbo, M. 2002. C(ã)es-terapeutas: o enquadre a serviço do método na análise de uma adolescente. Estilos da Clinica. 7, 12 (jun. 2002), 12-27. DOI:https://doi.org/10.11606/issn.1981-1624.v7i12p12-27.