[1]
M. Benhaim e I. B. Jano, “ A intimidade materna: A contribuição da psicanálise na pesquisa sobre os bebês ”, Estilos Clín. (Online), vol. 11, nº 20, p. 72-83, jun. 2006.