[1]
H. C. Aguiar e S. Zornig, “Luto fetal: a interrupção de uma promessa”, Estilos Clín. (Online), vol. 21, nº 2, p. 264-281, ago. 2016.