[1]
D. F. Bossa e A. S. Neves, “Estranho, familiar e pathos: apreensões psicanalíticas sobre a adoção da criança com deficiência”, Estilos Clín. (Online), vol. 22, nº 3, p. 455-467, dez. 2017.