[1]
M. Minnicelli e D. Teperman, “Psicanálise, infância e legalidade”, Estilos Clín. (Online), vol. 11, nº 21, p. 64-81, dez. 2006.