[1]
M. F. Lier-De Vitto e L. Andrade, “Considerações sobre a interpretação de escritas sintomáticas de crianças”, Estilos Clín. (Online), vol. 13, nº 24, p. 54-71, jun. 2008.