Por que razão pretendeis ser pagos às nossas expensas?: pobreza e desigualdade no Segundo discurso de Rousseau

  • Hélio Alexandre da Silva Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Câmpus de Franca
Palavras-chave: Desigualdade, Dominação, Pobreza, Neuhouser

Resumo

O objetivo deste trabalho é trazer a pobreza para o centro do debate que Rousseau empreende particularmente no Segundo discurso. Ainda que a questão central tratada ali seja a origem da desigualdade, é notável o papel que a pobreza possui como um de seus polos constitutivos. Assim, o caminho será percorrido em três passos, de modo que o primeiro trata de reconstruir o trajeto de Rousseau, destacando os aspectos que dão forma ao núcleo do argumento sobre a origem da desigualdade; o segundo apresenta o binômio prejuízo-privilégio como elemento central para entender os contornos da desigualdade, tomada a partir da divisão entre ricos e pobres; por fim, o terceiro passo pretende apontar as dificuldades presentes no modo com que Neuhouser interpreta a pobreza e a origem da dominação no Segundo discurso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Pignol, C. (2010/2). Pauvreté et fausse richesse chez J.-J. Rousseau: l’économie entre éthique et politique. Cahiers d’économie politique, Paris, 59, p. 45-68.

Fischbach, F. (2017). Como pensar filosoficamente o social? Tradução de Hélio Alexandre da Silva. Cadernos de Filosofia Alemã, São Paulo, 22(4), p. 171-185.

Honneth, A. (2008). La société du mépris : vers une nouvelle Théorie critique. Traduit par Olivier Voirol, Pierre Rusch et Alexandre Dupeyrix. Paris : La Découvert.

Neuhouser, F. (2014). Rousseau’s critique of inequality: reconstructing the Second discourse. United Kingdom: Cambridge University Press.

Nicodème, F. (2010). “Corruption”, “mutilation”, “pathologie” : réflexions sur le statut de Rousseau dans la théorie critique (Horkheimer, Adorno, Honneth). Modernités de Rousseau, Paris, 15, p. 131-152.

Rousseau, J-J. (1964). Discours sur l’origine et les fondements de l’inégalité parmi les hommes. In : Ouvres complètes. Paris : Bibliothèque de la Pléiade, Gallimard, vol. III.

Rousseau, J-J. (1983a). Discurso sobre a origem e os fundamentos das desigualdades entre os homens. Tradução de Lourdes Santos Machado. São Paulo: Abril. Os pensadores.

Rousseau, J-J. (1983b). Do contrato social: ou princípios do direito político. Tradução de Lourdes Santos Machado. São Paulo: Abril. Os pensadores.

Rousseau, J-J. (1995). Emílio ou Da educação. Tradução de Sérgio Milliet. Rio de Janeiro: Editora Bertrand Brasil.

Silva, H. A. (2014). O Iluminismo relutante de Jean-Jacques Rousseau. Philósophos Revista de Filosofia, Goiânia, 19(1), p. 35-62.

Souza, M. G. (2001). Ilustração e história: o pensamento sobre a história no Iluminismo Francês. São Paulo: Discurso Editorial.
Publicado
2019-06-27
Como Citar
Silva, H. A. da. (2019). Por que razão pretendeis ser pagos às nossas expensas?: pobreza e desigualdade no Segundo discurso de Rousseau. Cadernos De Filosofia Alemã: Crítica E Modernidade, 24(1), 115-132. https://doi.org/10.11606/issn.2318-9800.v24i1p115-132
Seção
Artigos