[1]
F. Mattos, “Meu caminho para Heidegger. Ou: a metafísica e o apelo da questão do se”r, Cad. filos. alem., vol. 23, nº 2, p. 53-66, dez. 2018.