O desenvolvimento de capacidades linguageiras: análise de sequência didática do gênero artigo de opinião no Ensino Médio Noturno

  • Rosalina Dantas da Silva Universidade Federal da Grande Dourados
  • Adair Vieira Gonçalves Universidade Federal da Grande Dourados, Dourados
Palavras-chave: Sequência didática, Capacidades de linguagem, Artigo de opinião

Resumo

Esta pesquisa está inserida no campo aplicado dos estudos da linguagem e tem como objetivo geral avaliar como uma sequência didática foi recontextualizada numa turma do terceiro ano noturno do Ensino Médio de uma escola pública estadual localizada em Dourados, Mato Grosso do Sul. A sequência didática foi produzida colaborativamente por duas professoras: uma que atuou como colaboradora e a outra como pesquisadora. Os objetivos específicos desta pesquisa são: analisar a sequência didática no que se refere à distribuição das capacidades de linguagem e analisar o desenvolvimento das capacidades linguageiras dos alunos em relação à escrita do gênero artigo de opinião, depois da didatização da sequência didática, por meio das produções iniciais e finais. A pesquisa está embasada nos pressupostos téorico-metodológicos do interacionismo sociodiscursivo (Bronckart, 2006; 2007), consubstanciada nas teorias advindas da escola genebrina (Schneuwly; Dolz; Noverraz, 2004). Metodologicamente, trata-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho documental. Constituem o corpus a sequência didática, produções iniciais e finais dos alunos. Os resultados finais, definidos a partir da avaliação da sequência didática e das produções dos alunos, mostram que os alunos avançaram significativamente na capacidade linguístico-discursiva, mas apenas relativamente nas capacidades de ação e discursiva.

Referências

Barros EMD. Gestos de ensinar e de aprender gêneros textuais: a sequência didática como instrumento de mediação [tese]. Londrina: Centro de Letras e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Londrina; 2012.
Bronckart JP. Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sociodiscursivo. Trad. Anna Rachel Machado e Péricles Cunha. 2ª ed. São Paulo: EDUC; 2007.
Bronckart JP. Atividades de linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Anna Rachel Machado e Maria de Lourdes Meireles Matencio, organizadores. Trad. Anna Rachel Machado, et al. Campinas/SP: Mercado das Letras; 2006.
Cordeiro GS, Azevedo ICM, Mattos VL. Trabalhando com sequências didáticas: uma proposta de ensino e de análise de narrativas de aventuras de viagens. Calidoscópio. 2004;2(1):29-37.
Costa-Hübbes TC, Simioni CA. Sequência didática: uma proposta metodológica curricular de trabalho com os gêneros discursivos/textuais. In: Barros EMD, Rios-Registro ES, organizadores. Experiências com sequências didáticas de gêneros textuais. Campinas: Pontes; 2014. p. 15-39.
Dolz J, Noverraz M, Schneuwly B. Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: Schneuwly B, Dolz J. Gêneros orais e escritos na escola. Rojo R, Cordeiro GS, tradutores e organizadores. São Paulo: Mercado das Letras; 2004. p. 95-128.
Dolz J, Ronveaux C, Schneuwly B. Le synopsis - un outil pour analyser l’objet enseigné. In: Perrin MJ, Reuter Y, organizadores. Les méthodes de recherche en didactique. Actes du Premier Séminaire International de Juin 2005. Villeneuve d’Ascq: Presses Universitaires du Septentrion; 2006. p. 175-190.
Dolz J, Schneuwly B. Gêneros e progressão em expressão oral e escrita - elementos para reflexões sobre uma experiência suíça (francófona). In: Schneuwly B, Dolz J, organizadores. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras; 2004. p. 41-70.
Ferraz MRR. Formação continuada de professores e a transposição didática externa dos gêneros artigo de opinião e notícia [dissertação]. Mato Grosso do Sul: Faculdade de Comunicação Artes e Letras, Universidade Federal da Grande Dourados; 2012.
Lopes-Rossi MAG. A produção escrita de gêneros discursivos em sala de aula: aspectos teóricos e sequência didática. Signum: Estudos da Linguagem. 2012;15(3 esp.):223-245.
Moita Lopes LP. Fotografias da linguística aplicada brasileira na modernidade recente. In: Moita Lopes LP, organizador. Linguística aplicada e a modernidade recente: Festschriff para Antonieta Celani. São Paulo: Parábola Editorial; 2013.
Nascimento EL, Pereira L. Mediação: instrumentos semióticos para aprendizagens e desenvolvimento. In: Barros EMD, Rios-Registro ES, organizadores. Experiências com sequências didáticas de gêneros textuais. Campinas: Pontes; 2014. p. 97-124.
Schneuwly B. Palavra e ficcionalização: um caminho para o ensino da linguagem oral. In: Schneuwly B, Dolz J, organizadores. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras; 2004. p. 128-147.
Schneuwly B, Dolz J. Os gêneros escolares: das práticas de linguagem aos objetos de ensino. In: Schneuwly B, Dolz J, organizadores. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras; 2004. p. 71-91.
Publicado
2019-12-31
Como Citar
Silva, R., & Gonçalves, A. (2019). O desenvolvimento de capacidades linguageiras: análise de sequência didática do gênero artigo de opinião no Ensino Médio Noturno. Filologia E Linguística Portuguesa, 21(2), 249-270. https://doi.org/10.11606/issn.2176-9419.v21i2p249-270
Seção
Artigos