[1]
A. T. Duchowny, J. M. Ramos, e S. M. Coelho, “Processos e mudanças em abreviaturas mineiras setecentistas: regularidade e ruptura”, Filol. Linguíst. Port., vol. 17, nº 2, p. 333-352, abr. 2016.