[1]
L. F. Kaltner, “Monumenta Anchietana, latinidade e o trabalho filológico de Armando Cardoso”, Filol. Linguíst. Port., vol. 20, nº 2, p. 135-151, dez. 2018.