[1]
I. Oliveira, “Legitimidade da metáfora em língua de especialidade num quadro didáctico”, Filol. Linguíst. Port., nº 10-11, p. 69-80, jun. 2009.