Impacto do treinamento sensório-motor com plataforma vibratória no equilíbrio e na mobilidade funcional de um indivíduo idoso com sequela de acidente vascular encefálico: relato de caso

Autores

  • Jéssica Maria Ribeiro Bacha Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Laura Rodrigues Cordeiro Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Teresa Cristina Alvisi Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Departamento de Fisioterapia
  • Thatia Regina Bonfim Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Departamento de Fisioterapia

DOI:

https://doi.org/10.1590/1809-2950/14362423012016

Resumo

A incidência de acidente vascular encefálico (AVE) aumenta com o envelhecimento e pode ter como consequência alterações sensitivas e motoras, as quais limitam a capacidade funcional, em função da redução do equilíbrio e da mobilidade. Diferentes recursos vêm sendo utilizados na prática fisioterapêutica para a recuperação do equilíbrio e da mobilidade, como treinamento sensório-motor e treinamento com plataforma vibratória. O objetivo deste estudo foi investigar o efeito de um protocolo de treinamento sensório-motor com plataforma vibratória no equilíbrio e na mobilidade funcional de um indivíduo idoso com sequela de AVE. Um indivíduo idoso, do gênero feminino, com 72 anos de idade e com sequela de AVE participou deste estudo. A avaliação do equilíbrio foi realizada por meio da Escala de Equilíbrio de Berg (EEB) e a avaliação da mobilidade por meio do teste Timed Up and Go (TUG). As variáveis dependentes para acompanhamento foram: pontuação obtida na EEB e tempo de execução do TUG. Após a avaliação inicial, a idosa realizou um protocolo de treinamento sensório-motor com plataforma vibratória, composto por 10 sessões, de 45 minutos cada. Na avaliação final, os resultados indicaram um aumento da pontuação na EEB (avaliação inicial = 41 pontos e avaliação final = 51 pontos) e uma redução no tempo de execução do TUG (avaliação inicial = 14 segundos e avaliação final = 9 segundos) na idosa com sequela de AVE. Com base nesses resultados, é possível concluir que o treinamento proposto foi efetivo para a melhora do equilíbrio e da mobilidade funcional da idosa com sequela de AVE.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-03-01

Como Citar

Bacha, J. M. R., Cordeiro, L. R., Alvisi, T. C., & Bonfim, T. R. (2016). Impacto do treinamento sensório-motor com plataforma vibratória no equilíbrio e na mobilidade funcional de um indivíduo idoso com sequela de acidente vascular encefálico: relato de caso . Fisioterapia E Pesquisa, 23(1), 111-116. https://doi.org/10.1590/1809-2950/14362423012016

Edição

Seção

Estudo de Caso