Peso e modo de transporte do material escolar no ensino fundamental I: efeito dos anos escolares e do sexo

Autores

  • Ingrid Thaiane Soares Batista Universidade Federal do Vale do São Francisco; Programa de Pós-Graduação em Educação Física
  • Denise de Melo-Marins Universidade Federal do Vale do São Francisco; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde e Biológicas
  • Rodrigo Gustavo da Silva Carvalho Universidade Federal do Vale do São Francisco
  • Lara Elena Gomes Universidade Federal do Vale do São Francisco; Programa de Pós-Graduação em Educação Física

DOI:

https://doi.org/10.1590/1809-2950/15376823022016

Resumo

O peso do material escolar e o modo de transportá-lo podem contribuir para desvios posturais e dor nas costas. Por isso, o objetivo foi verificar e comparar, entre os anos escolares e os sexos, o peso do material escolar em relação ao peso corporal e o modo de transporte do material de alunos do Ensino Fundamental I, os quais deixam os seus livros em estantes na escola. Participaram 191 escolares. O peso do material escolar e o peso corporal dos alunos foram verificados com uma balança, e o modo de transporte do material foi avaliado por meio de fotos. Observou-se que 47,7% dos alunos transportavam um peso acima do limite estabelecido (10% do peso corporal do aluno), sendo que o 1º ano transportava um menor peso do que os 2º, 3º e 5º anos, mas não houve diferença entre os sexos. Foi encontrado predomínio do uso da mochila de duas alças. Contudo, apesar de a escola já ter uma estratégia para reduzir o peso do material, quase metade dos escolares transportava um peso superior a 10% do peso corporal. Logo, outras medidas para alertar os envolvidos são necessárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2016-06-01

Como Citar

Batista, I. T. S., Melo-Marins, D. de, Carvalho, R. G. da S., & Gomes, L. E. (2016). Peso e modo de transporte do material escolar no ensino fundamental I: efeito dos anos escolares e do sexo . Fisioterapia E Pesquisa, 23(2), 210-215. https://doi.org/10.1590/1809-2950/15376823022016

Edição

Seção

Pesquisa Original