Análise nanoestrutural da ação do ultra-som terapêutico sobre o processo de regeneração do tendão de ratos

Autores

  • Natália Figueiredo Viana Frasson Universidade Federal de São Carlos; Departamento de Fisioterapia; Laboratório de Eletrotermofototerapia
  • Charles Taciro Universidade Federal de São Carlos; Departamento de Fisioterapia; Laboratório de Eletrotermofototerapia
  • Nivaldo Antonio Parizotto Universidade Federal de São Carlos; Departamento de Fisioterapia; Laboratório de Eletrotermofototerapia

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1809-29502009000300002

Palavras-chave:

Ratos, Tendão do calcâneo^i1^sreabilita, Terapia por ultra-som

Resumo

O ultra-som terapêutico pulsado (USTP) é uma das modalidades terapêuticas utilizadas para promover a aceleração do reparo tendíneo. Este estudo avaliou a microestrutura do tendão calcâneo sob o efeito do USTP em duas intensidades diferentes. Foram utilizados 24 ratos Wistar machos, divididos em quatro grupos, submetidos à tenotomia radical transversal do tendão calcâneo direito, sem posterior tenorrafia. Os animais do grupo controle (GC) não receberam tratamento; o grupo 1 (G1) foi submetido ao USTP de 1 MHz a 20%, com área de radiação efetiva de 1,0 cm² e intensidade média instantânea de 0,3 W/cm²; o grupo 2 (G2) recebeu USTP nos mesmos parãmetros, mas com intensidade de 1,5 W/cm²; no grupo 3 (G3), placebo, foi aplicado tratamento simulado (ultra-som desligado). Nos três grupos, o tratamento consistiu em uma sessão diária de 5 minutos, por 10 dias. No 11º dia pós-operatório os tendões foram removidos para análise qualitativa e quantitativa, por meio de microscopia de luz polarizada (MLP), de luz (ML) e de força atômica (MFA). As análises qualitativas de MLP e MFA foram coincidentes, mostrando melhor organização, agregação e orientação das fibras de colágeno no grupo G1. A análise quantitativa apresentou contagens médias de 400,7 fibroblastos e 2,22 capilares sangüíneos por campo de análise, não se encontrando diferença significativa entre os grupos (p>;0,05). Conclui-se que o processo de regeneração tendínea em ratos pode ser beneficiado pelo tratamento com USTP em baixa intensidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-01

Como Citar

Frasson, N. F. V., Taciro, C., & Parizotto, N. A. (2009). Análise nanoestrutural da ação do ultra-som terapêutico sobre o processo de regeneração do tendão de ratos . Fisioterapia E Pesquisa, 16(3), 198-204. https://doi.org/10.1590/S1809-29502009000300002

Edição

Seção

Pesquisa Original