Equações de referência para a predição da força de preensão manual em brasileiros de meia idade e idosos

Autores

  • Rômulo Dias Novaes Universidade Federal de Viçosa; Departamento de Biologia Geral
  • Aline Silva de Miranda Universidade Federal de Minas Gerais; Departamento de Ciências Básicas
  • Jaqueline de Oliveira Silva Universidade Federal de Minas Gerais; Departamento de Ciências Básicas
  • Bruna Vasconcelos Fonseca Tavares Universidade Federal de Minas Gerais; Departamento de Ciências Básicas
  • Victor Zuniga Dourado Universidade Federal de São Paulo; Departamento de Ciências da Saúde

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1809-29502009000300005

Palavras-chave:

Antropometria, Força da mão, Medidas, métodos e teorias

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar os valores normais da força de preensão manual do membro superior dominante (FPM-D) e não dominante (FPM-ND) em sujeitos de meia idade e idosos assintomáticos e elaborar equações de referência para a predição da FPM. Foram investigados 54 voluntários (51,9% homens) com idade >;50 anos, medindo-se massa corporal, estatura e perimetria do braço direito e esquerdo, e calculando-se o índice de massa corporal. A FPM-D e FPM -ND foram avaliadas por dinamometria mecânica. O índice de atividade física habitual (IAF) foi avaliado pelo questionário de Baecke. A FPM-D foi superior à FPM-ND em ambos os sexos e em todas as idades (p<0,05). Foram encontradas correlações significativas entre a FPM e idade, estatura, massa corporal e perimetria do braço. As melhores equações de referência foram as seguintes: FPM-Dkgf =39,996 - (0,382 x idade anos)+(0,174 x peso kg)+(13,628 x sexo homens=1;mulheres=0) (R²ajustado=0,677); e FPM-NDkgf=44,968- (0,420 x idade anos)+(0,110 x peso kg)+(9,274 x sexo homens=1;mulheres=0) (R²ajustado=0,546) A diferença consistente entre a FPM-D e FPM-ND torna necessário o uso de dados normativos específicos para cada mão. Atributos simples de serem obtidos, tais como idade, estatura, massa corporal, perimetria do braço e sexo, podem pois prever adequadamente os valores esperados da FPM para adultos e idosos assintomáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-09-01

Como Citar

Novaes, R. D., Miranda, A. S. de, Silva, J. de O., Tavares, B. V. F., & Dourado, V. Z. (2009). Equações de referência para a predição da força de preensão manual em brasileiros de meia idade e idosos . Fisioterapia E Pesquisa, 16(3), 217-222. https://doi.org/10.1590/S1809-29502009000300005

Edição

Seção

Pesquisa Original