Ergoespirometria em indivíduos com escoliose idiopática

Autores

  • Maria Elaine Trevisan Universidade Federal de Santa Maria; Departamento de Fisioterapia e Reabilitação
  • Luiz Osório Cruz Portela Universidade Federal de Santa Maria; Centro de Educação Física e Desportos
  • Eliane Zenir Correia de Moraes Universidade Federal de Santa Maria; Associação Desportiva

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1809-29502010000200008

Palavras-chave:

Escoliose, Espirometria, Medidas de volume pulmonar, Teste de esforço

Resumo

Escoliose idiopática é uma disfunção na coluna vertebral que tende a diminuir os diâmetros, a flexibilidade e a excursão da caixa torácica, com possíveis efeitos deletérios na função pulmonar. O objetivo deste estudo foi verificar se há relação entre o grau de curvatura escoliótica e a função pulmonar e capacidade de exercício em indivíduos com escoliose idiopática de grau leve e moderado. Dezessete indivíduos com escoliose idiopática leve e moderada e 19 controles foram submetidos a teste pulmonar em repouso e exercício em esteira. As médias das variáveis pulmonares em repouso encontraram-se dentro da normalidade nos dois grupos; as variáveis de exercício consumo de oxigênio de pico (p=0,81), tempo de exercício (p=0,68), freqüência cardíaca (p=0,39), ventilação minuto (p=0,82), produção de dióxido de carbono (p=0,95), quociente respiratório (p=0,09), equivalente ventilatório para o oxigênio (p=0,90), lactato sangüíneo (p=0,98) não mostraram diferença estatisticamente significante entre os grupos. Não foi possível estabelecer relação de causa e efeito entre o grau de escoliose, função pulmonar e capacidade aeróbia, sugerindo que a escoliose não implica necessariamente perdas funcionais, sendo o treinamento uma importante medida de prevenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-01

Como Citar

Trevisan, M. E., Portela, L. O. C., & Moraes, E. Z. C. de. (2010). Ergoespirometria em indivíduos com escoliose idiopática . Fisioterapia E Pesquisa, 17(2), 136-140. https://doi.org/10.1590/S1809-29502010000200008

Edição

Seção

Pesquisa Original