Efeito da tração manual sobre o comprimento da coluna cervical em indivíduos assintomáticos: estudo randomizado controlado

Autores

  • Roger Burgo de Souza Universidade Estadual de Londrina; Departamento de Fisioterapia
  • Edson Lopes Lavado Universidade Estadual de Londrina
  • Fausto Orsi Medola Universidade Estadual de Londrina; Departamento de Fisioterapia
  • Dirceu Henrique Blanco Universidade Estadual de Londrina; Departamento de Clínica Médica; Setor de Radiologia
  • João Henrique Dutra Blanco Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1809-29502011000100011

Palavras-chave:

Modalidades de fisioterapia, Tração, Manipulação da coluna, Radiografia

Resumo

Os objetivos do estudo foram o de mensurar o comprimento da coluna cervical quando submetida à tração manual, e o de verificar as alterações da cervical após um período de 10 sessões consecutivas. Trata-se de estudo randomizado controlado, no qual 64 participantes foram submetidos a dois procedimentos radiológicos, antes e durante a tração. As distâncias das bordas anteriores e posteriores do corpo vertebral C2 até as do corpo vertebral de C7 foram mensuradas e comparadas. Na primeira etapa as medidas das bordas anteriores foi de 8,40 para 8,50 cm (P<0,001) e nas posteriores foi de 8,35 para 8,50 cm (P<0,001). Para a segunda etapa, os indivíduos foram aleatorizados em grupo controle (n=31) e intervenção (n=33), o qual recebeu dez sessões tração cervical. Após as sessões, as distâncias anterior e posterior do grupo intervenção aumentaram significativamente de 8,40 para 8,90 cm (P<0,001) e de 8,40 para 8,65 cm (P<0,001), respectivamente. Após as trações, todos os participantes repetiram os mesmos procedimentos radiológicos, as mensurações e as comparações das distâncias vertebrais. Quando os dois grupos foram comparados após as trações, houve diferença estatisticamente significante entre as distâncias anteriores e posteriores, de 8,20 e 8,90 cm (P=0,015) e de 8,30 e 8,65cm (P=0,030), respectivamente. Portanto, a tração aumentou o comprimento da coluna cervical. Após um período de aplicação das sessões, ocorreu aumento significativo das medidas entre as vértebras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-03-01

Como Citar

Souza, R. B. de, Lavado, E. L., Medola, F. O., Blanco, D. H., & Blanco, J. H. D. (2011). Efeito da tração manual sobre o comprimento da coluna cervical em indivíduos assintomáticos: estudo randomizado controlado . Fisioterapia E Pesquisa, 18(1), 60-66. https://doi.org/10.1590/S1809-29502011000100011

Edição

Seção

Pesquisa Original