Relação entre nível geral de saúde, dor musculoesquelética e síndrome de burnout em professores universitários

Autores

  • Eneida Yuri Suda Universidade do Grande ABC; Curso de Fisioterapia
  • Ana Tereza Coelho Universidade do Grande ABC; Curso de Fisioterapia
  • Alynne Cristina Bertaci Universidade do Grande ABC
  • Bianca Balbe dos Santos Universidade do Grande ABC

DOI:

https://doi.org/10.1590/S1809-29502011000300012

Palavras-chave:

nível de saúde, docentes, esgotamento profissional

Resumo

O objetivo desse estudo foi verificar a relação entre nível de saúde geral, dor musculoesquelética, frequência de sintomas musculoesqueléticos e a síndrome de burnout em professores universitários. Foram avaliados 50 professores de uma universidade privada. O nível de saúde geral foi verificado pela versão em português da Personal Health Scale (PHS-Pt), a dor musculoesquelética pelo Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares (QNSO) e a presença da síndrome de burnout pelo questionário Maslach Burnout Inventory - Human Services Survey (MBI-HSS). A maioria dos professores apresentou comprometimento do nível de saúde (escore total PHS-Pt=6,7±3,8), sendo que 70% apresentaram dor no pescoço e 64% na região lombar nos últimos 12 meses. Houve correlação positiva entre nível geral de saúde e a dimensão exaustão emocional do inventário de burnout. Porém, não houve correlação entre as dimensões do MBI-HSS e dor musculoesquelética.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-09-01

Como Citar

Suda, E. Y., Coelho, A. T., Bertaci, A. C., & Santos, B. B. dos. (2011). Relação entre nível geral de saúde, dor musculoesquelética e síndrome de burnout em professores universitários . Fisioterapia E Pesquisa, 18(3), 270-274. https://doi.org/10.1590/S1809-29502011000300012

Edição

Seção

Pesquisa Original