Análise do perfil oxidativo de diferentes amostras biológicas de pacientes com lesão de ligamento cruzado anterior

Autores

  • Bruna Pierezan Universidade de Passo Fundo
  • Bruna Webber Universidade de Passo Fundo
  • Marlon Francys Vidmar Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre
  • César Antônio de Quadros Martins Universidade de Passo Fundo
  • Carlos Rafael de Almeida Universidade de Passo Fundo
  • Luciano de Oliveira Siqueira Universidade de Passo Fundo

DOI:

https://doi.org/10.1590/1809-2950/17409924022017

Palavras-chave:

Joelho, Ligamento Cruzado Anterior, Radicais Livres, Biomarcadores, Estresse Oxidativo

Resumo

O joelho é uma das articulações mais importantes para locomoção. No entanto, devido a sua complexidade, torna-se suscetível a diversos tipos de lesões, como a ruptura do ligamento cruzado anterior (LCA). Essa complicação desencadeia um processo inflamatório, que pode culminar em formação de radicais livres e, consequentemente, em estresse oxidativo (EO). O objetivo do estudo foi comparar o perfil oxidativo de pacientes com lesão do LCA, analisando duas amostras biológicas: líquido sinovial e soro. Foram analisados 11 indivíduos do gênero masculino, com ruptura total do LCA, com idade superior a 18 anos. Coletou-se amostras de sangue e líquido sinovial 15 minutos antes da artroplastia e se analisou biomarcadores de EO, catalase, flavonoides e peroxidação lipídica, isto é, substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS). Os resultados apontam menor concentração de flavonoides, combinada a aumento de TBARS e de atividade de catalase no soro quando comparado com o líquido sinovial. A análise dos resultados indica que a lesão de LCA induz a quadro de EO, caracterizado por consumo de antioxidantes e elevação de dano lipídico no líquido sinovial quando comparado com o soro, indicando que análises séricas podem não ser adequadas para medir EO em partes como a articulação do joelho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2017-06-01

Como Citar

Pierezan, B., Webber, B., Vidmar, M. F., Martins, C. A. de Q., Almeida, C. R. de, & Siqueira, L. de O. (2017). Análise do perfil oxidativo de diferentes amostras biológicas de pacientes com lesão de ligamento cruzado anterior. Fisioterapia E Pesquisa, 24(2), 198-204. https://doi.org/10.1590/1809-2950/17409924022017

Edição

Seção

Pesquisa Original