Tradução e adaptação transcultural do World Health Organization Disability Assessment Schedule - WHODAS 2.0

  • Shamyr Sulyvan Castro Universidade Federal do Ceará; Department of Physical Therapy
  • Camila Ferreira Leite Universidade Federal do Ceará; Department of Physical Therapy
Palavras-chave: Funcionalidade, Tradução

Resumo

A Organização Mundial da Saúde (OMS) planejou uma nova ferramenta de aferição da funcionalidade - o WHODAS 2.0 (World Health Assessment Disability Schedule 2.0) - um instrumento de aplicação facilitada e baseado no modelo teórico da CIF. Este artigo busca introduzir a versão brasileira do WHODAS para usuários clínicos e acadêmicos interessados na aferição da funcionalidade. O processo foi conduzido de acordo com o Translation Package, oferecido pela OMS, junto com a permissão para tradução do material. Três tradutores trabalharam nesse projeto para produzir a versão final do manual e um conjunto de formulários de avaliação linguística. Em seguida, a versão brasileira foi aprovada pela OMS. Todos os documentos sobre o WHODAS foram traduzidos e estão disponíveis gratuitamente na internet. WHODAS 2.0 aborda a funcionalidade de acordo com os domínios da CIF e mantém a perspectiva multifatorial e biopsicossocial. Como diferencial da CIF, a coleta de dados com o WHODAS é mais rápida (aproximadamente 20 minutos) e mais objetiva. Além disso, ele foi planejado para ser uma ferramenta genérica e transcultural. WHODAS foi traduzido e disponibilizado na internet. É esperado que o uso do WHODAS se dissemine pelo país, em ambientes clínicos e de pesquisa, buscando a abordagem biopsicossocial da funcionalidade, conforme endossado pela OMS.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-01
Como Citar
Castro, S., & Leite, C. (2017). Tradução e adaptação transcultural do World Health Organization Disability Assessment Schedule - WHODAS 2.0. Fisioterapia E Pesquisa, 24(4), 385-391. https://doi.org/10.1590/1809-2950/17118724042017
Seção
Pesquisa Original