Concordância de diferentes critérios de sarcopenia em idosas comunitárias

  • Lunara dos Santos Viana Universidade de Brasília
  • Osmair Gomes de Macedo Universidade de Brasília; Colegiado de Fisioterapia
  • Karla Helena Coelho Vilaça Universidade Católica de Brasília; Programa de Pós-graduação em Gerontologia
  • Patrícia Azevedo Garcia Universidade de Brasília; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação
Palavras-chave: Idoso, Sarcopenia, Composição Corporal, Força

Resumo

Determinou-se a frequência e a concordância entre diferentes critérios de sarcopenia em idosas comunitárias. Trata-se de um estudo transversal com 64 idosas, no qual determinou-se a massa muscular pela análise de impedância bioelétrica (BIA) e cálculo do índice muscular esquelético, a força muscular foi determinada pelo dinamômetro de preensão palmar, a capacidade funcional pelos testes Timed Up and Go (TUG) e Sit-to-Stand test (STS). Os idosos foram classificados em não sarcopênicos, pré-sarcopênicos, sarcopênicos moderados e graves utilizando diferentes critérios de sarcopenia. Os dados foram analisados utilizando teste qui-quadrado e estatística Kappa. Obteve-se como resultado que 37,5% das idosas apresentaram baixa massa muscular, 34,4%, fraqueza muscular, 3,1% apresentaram incapacidade funcional para levantar e andar e 25,9% para sentar e levantar da cadeira. Considerando apenas a massa muscular, 37,5% da amostra foi classificada como sarcopênica (moderada ou grave) e, considerando os critérios do European Working Groups on Sarcopenia in Older People, 15,6% obteve essa classificação ao avaliar a capacidade funcional com TUG e 22,4% com STS. A concordância entre as definições de sarcopenia variou de moderada a excelente (p<0,001). Entre as idosas com integridade da massa muscular (n=40), 30% apresentaram fraqueza de preensão palmar, 2,5% incapacidade no TUG e 25,7% no STS. Foi concluído que as idosas apresentaram alta frequência de sarcopenia independentemente do critério utilizado. Observou-se moderada a excelente concordância entre os critérios de sarcopenia investigados. A identificação de idosos com integridade da massa muscular coexistindo com fraqueza muscular e incapacidade funcional reforça a importância da avaliação dos três parâmetros no cenário clínico-científico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-01
Como Citar
Viana, L., Macedo, O., Vilaça, K., & Garcia, P. (2018). Concordância de diferentes critérios de sarcopenia em idosas comunitárias. Fisioterapia E Pesquisa, 25(2), 151-157. https://doi.org/10.1590/1809-2950/17467625022018
Seção
Pesquisa Original