Laser de baixa intensidade favorece a regeneração muscular em modelo experimental desnutrido e recuperado

  • Maisa Cardoso da Silva Universidade Metodista de Piracicaba; Programa de Mestrado em Ciências do Movimento Humano
  • Rafael Schimith da Silveira Universidade Metodista de Piracicaba; Programa de Mestrado em Ciências do Movimento Humano
  • Cintia Yuri Matsumura Universidade Júlio de Mesquita Filho; Instituto de Biociências; Departamento de Anatomia
  • Adriana Pertille Universidade Metodista de Piracicaba; Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano
Palavras-chave: Desnutrição, Músculos/Lesões, Terapia por Luz de Baixa Intensidade

Resumo

A terapia por laser de baixa intensidade (Low-Level Laser Therapy - LLLT) é utilizada com frequência nas lesões musculares, mas precisa ser investigada em modelo de desnutrição. O objetivo desse estudo foi analisar os efeitos da LLLT na regeneração muscular de ratos submetidos à desnutrição e recuperação proteica. Foram utilizados 40 ratos Wistar, recém-desmamados, divididos em grupo controle (C), que consumiu ração normoproteica (14% caseína), e grupo desnutrido (D), que consumiu ração hipoproteica (6% caseína) por 45 dias e ração normoproteica até o final do experimento. Posteriormente, o músculo tibial anterior direito foi criolesado e tratado com LLLT (AsGaAl 830nm, 30mW, 20J/cm²), três vezes por semana, por 7 e 21 dias. Houve redução da área de inflamação/regeneração no grupo C21 comparado ao D21 (p<0,05), sendo mais evidente com a LLLT (C21L e D21L). O conteúdo de TNF-α foi reduzido após 21 dias da lesão. A área de densidade de tecido conjuntivo (ADTC) foi menor nos grupos C21 e C21L comparados aos respectivos grupos desnutridos (p<0,05). A LLLT reduziu a ADTC no grupo D21L quando comparado do D21 (p<0,05), porém o conteúdo de TGF-β1 não foi influenciado. A área de secção transversa (AST) da fibra muscular aumentou nos grupos 21 dias. A m-TOR apresentou maior conteúdo no grupo C21L quando comparado ao D21L (p<0,05). Concluiu-se que a LLLT favoreceu a regeneração muscular na fase tardia no modelo experimental de desnutrição pós-natal e posterior recuperação proteica.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-01
Como Citar
Silva, M., Silveira, R., Matsumura, C., & Pertille, A. (2018). Laser de baixa intensidade favorece a regeneração muscular em modelo experimental desnutrido e recuperado. Fisioterapia E Pesquisa, 25(2), 158-165. https://doi.org/10.1590/1809-2950/17527425022018
Seção
Pesquisa Original