Efeito imediato de uma sessão de treinamento do método Pilates sobre o padrão de cocontração dos músculos estabilizadores do tronco em indivíduos com e sem dor lombar crônica inespecífica

  • Aline Prieto de Barros Silveira Universidade Estadual Paulista
  • Laura Zanforlin Nagel Universidade Estadual Paulista; Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • Dayane Dias Pereira Universidade Estadual Paulista; Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • Ângela Kazue Morita Universidade Estadual Paulista
  • Deborah Hebling Spinoso Universidade Estadual Paulista
  • Marcelo Tavella Navega Universidade Estadual Paulista; Departamento de Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • Nise Ribeiro Marques Universidade do Sagrado Coração; Centro de Ciências da Saúde
Palavras-chave: Técnicas de Exercício e de Movimento, Eletromiografia, Dor Lombar

Resumo

Este estudo teve por objetivo analisar o efeito imediato de uma sessão de exercícios do método Pilates sobre o padrão de cocontração (agonista/antagonista) dos músculos superficiais (iliocostal lombar e reto abdominal) e profundos (oblíquo interno e multífido) do tronco em indivíduos com e sem dor lombar durante teste de resistência muscular localizada. Participaram do estudo sujeitos adultos, de ambos os sexos, com idade entre 19 e 59 anos, separados em dois grupos: grupo com dor lombar (n=9) e grupo sem dor lombar (n=9). Foram coletados os sinais eletromiográficos dos músculos: oblíquo interno (OI), multífido lombar (MU), iliocostal lombar (IL) e reto abdominal (RA), durante as contrações isométricas voluntárias máximas e o teste de Biering-Sorensen antes e após a realização do protocolo de exercícios do método Pilates. Foi calculada a cocontração entre OI/MU direito e esquerdo (OI/MUd, OI/MUe) e RA/IL direito e esquerdo (RA/ILd e RA/ILe). A cocontração entre OI/MUd, OI/MUe, RA/ILd e RA/ILe foi, respectivamente, 41,4, 32,4, 56 e 31,2% maior no grupo com dor lombar (p<0,001 e p=0,003, p=0,004 e p=0,01). A condição inicial apresentou cocontração antagonista 26,3 e 43,4% maior entre OI/MUd (p=0,023, p=0,03). Uma sessão de treinamento com exercícios do método Pilates foi capaz de reduzir a cocontração entre os músculos do tronco (em indivíduos com e sem dor lombar inespecífica).

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-01
Como Citar
Silveira, A., Nagel, L., Pereira, D., Morita, Ângela, Spinoso, D., Navega, M., & Marques, N. (2018). Efeito imediato de uma sessão de treinamento do método Pilates sobre o padrão de cocontração dos músculos estabilizadores do tronco em indivíduos com e sem dor lombar crônica inespecífica. Fisioterapia E Pesquisa, 25(2), 173-181. https://doi.org/10.1590/1809-2950/17594425022018
Seção
Pesquisa Original