Atividade física e a qualidade de vida de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise

  • Raiana Lídice Mór Fukushima Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências, Departamento de Educação Física
  • José Luiz Riani Costa Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho, Instituto de Biociências, Departamento de Educação Física
  • Fabiana de Souza Orlandi Universidade Federal de São Carlos, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Departamento de Gerontologia
Palavras-chave: Atividade Motora, Diálise Renal, Insuficiência Renal Crônica, Qualidade de Vida

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o nível de atividade física (NAF) de pacientes com doença renal crônica (DRC) em hemodiálise (HD) e correlacionar estes níveis à qualidade de vida relacionada à saúde (QVRS). Trata-se de um estudo correlacional, transversal, e com abordagem quantitativa. Participaram da pesquisa 84 pacientes com diagnóstico de DRC. Utilizou-se o questionário internacional de atividade física para identificar o NAF e o questionário genérico de qualidade de vida (SF-36) para avaliar a QVRS. Foram realizadas análises estatísticas descritivas. Utilizou-se o teste KolmogorovSmirnov e verificou-se ausência de normalidade nos dados. O teste U de Mann Whitney foi utilizado para a comparação da QVRS entre grupos (ativos e insuficientemente ativos), bem como o coeficiente de correlação de Spearman para correlacionar o NAF e a QVRS. O nível de significância adotado foi de 5%. Na comparação de grupos, verificou-se que os pacientes ativos apresentaram melhor percepção de QVRS se comparados aos insuficientemente ativos. Ainda, a partir do coeficiente de correlação de Spearman, observou-se que o NAF está correlacionado com a QVRS, com estatísticas significantes em diversas dimensões do SF-36. Sendo assim, sugere-se que a prática regular de atividade física (AF) pode contribuir para uma melhor percepção de QVRS de pacientes em HD.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-12-14
Como Citar
Fukushima, R., Costa, J. L., & Orlandi, F. (2018). Atividade física e a qualidade de vida de pacientes com doença renal crônica em hemodiálise. Fisioterapia E Pesquisa, 25(3), 338-344. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/fpusp/article/view/152788
Seção
Pesquisa Original