Trastornos musculoesqueléticos, percepción del estrés y actividad física en agentes de policía

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1809-2950/18029227012020

Palavras-chave:

Polícia, Riscos Ocupacionais, Atividade Física, Estresse Psicológico, Sistema Musculoesquelético

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar a associação entre percepção de estresse e atividade física com a prevalência de sintomas de distúrbios musculoesqueléticos (SDM) em policiais. Os policiais (n=142) responderam à escala de estresse percebido-10 (EEP-10) e ao questionário nórdico-musculoesquelético. O coeficiente de correlação linear de Pearson foi utilizado para mensurar a força e o sentido da relação existente entre EEP-10 e a prevalência de SDM e mostrou que existe uma correlação positiva entre as variáveis nos últimos 7 dias (r=0,34, p=0,00001) e nos últimos 12 meses (r=0,40, p=0,00001). A prevalência média de SDM nos últimos 12 meses é menor entre os policiais que praticam atividade física (W=1888,5, p=0,04). A análise de regressão logística múltipla mostrou que a prática de atividades físicas e a diminuição na percepção do estresse reduzem a prevalência de SDM. Este estudo indicou que o nível de estresse e a prática de atividade física influenciaram a prevalência de SDM. Intervenções multidisciplinares com ações para reduzir o nível de estresse e encorajar a prática de atividade física são necessárias para controlar a prevalência de SDM.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maysa Venturoso Gongora Buckeridge Serra, Universidade de Franca (Unifran) - Franca (SP)

The purpose of this study is to analyze association between stress perception and physical activity with the prevalence of symptoms of musculoskeletal disorders (SMSD) in police officers. The police officers (n=142) answered the Perceived Stress Scale-10 (PSS-10) and the Nordic Musculoskeletal Questionnaire. Pearson’s linear correlation coefficient was used to measure strength and direction of relationship between PSS-10 and prevalence of SMSD and showed a positive correlation between variables in the last 7 days (r=0.34, p=0.00001) and in the last 12 months (r=0.40, p=0.00001). The mean prevalence of SMSD in the last 12 months was lower among police officers practicing physical activity (W=1888.5, p=0.04). Multiple logistic regression analysis showed that the practice of physical activities as well as efforts to reduce stress perception both decrease the odds of musculoskeletal disorders. This study indicated that stress level and physical activity practice influenced in prevalence of SMSD. Multidisciplinary interventions with actions to reduce stress level and encourage physical activity practice are needed to control SMSD prevalence.

Downloads

Publicado

2021-06-14

Como Citar

Serra, M. V. G. B. ., Scalon, J. D., Tonello, M. G. M., & Quemelo, P. R. V. (2021). Trastornos musculoesqueléticos, percepción del estrés y actividad física en agentes de policía. Fisioterapia E Pesquisa, 27(1), 22-27. https://doi.org/10.1590/1809-2950/18029227012020

Edição

Seção

Pesquisa Original