Avaliação do desenvolvimento motor infantil e sua associação com a vulnerabilidade social

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1809-2950/18047027012020

Palavras-chave:

Fisioterapia, Desenvolvimento Infantil, Fatores de Risco, Vulnerabilidade Social

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o desenvolvimento motor de crianças de quatro a 17 meses e investigar sua associação com fatores de risco sociodemográficos. Estudo transversal, descritivo, composto por crianças de quatro a 17 meses provenientes da unidade de internação pediátrica de um hospital público de Porto Alegre (RS), clinicamente estáveis e com alta breve prevista. Para a avaliação dos fatores de risco sociodemográficos foi utilizado um questionário elaborado pelas pesquisadoras, que abordou fatores biológicos, sociais e ambientais. Para a avaliação do desenvolvimento motor foi utilizada a Alberta Infant Motor Scale na versão traduzida, adaptada e validada para a população brasileira. Para a análise estatística foi utilizado o teste t de Student e o teste qui-quadrado, com nível de significância de 5% (p0,05). De um total de 110 crianças avaliadas, o desempenho motor se mostrou aquém do esperado em mais da metade delas (63,6%, n=70). Houve associação estatisticamente significativa entre o desenvolvimento motor e vacinas atrasadas (p=0,005), convivência com tabagistas em casa (p=0,047) e recebimento de benefício socioeconômico (p=0,036). Conclui-se que esses fatores sociais podem estar associados a fatores de risco ao desenvolvimento motor de crianças de quatro a 17 meses.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-06-14

Como Citar

Delgado, D. A., Michelon, R. C., Gerzson, L. R., Almeida, C. S. de, & Alexandre, M. da G. (2021). Avaliação do desenvolvimento motor infantil e sua associação com a vulnerabilidade social. Fisioterapia E Pesquisa, 27(1), 48-56. https://doi.org/10.1590/1809-2950/18047027012020

Edição

Seção

Pesquisa Original